Rendimento do FGTS é tão ruim?

Quão ruim é o rendimento do FGTS?

Com a possibilidade de resgatar os recursos das contas inativas do FGTS, muito tem se falado sobre o baixo rendimento dele. Enquanto a poupança remunera TR + 6%, o que já é uma ganho baixo, o FGTS remunera ainda menos: TR + 3%. Mas, o que isto representa de rentabilidade? É tão ruim assim? Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
economes

Traduzindo o Economês: “Small Cap antecipa PIB e anda à frente do Ibovespa”

As notícias sobre a Economia podem parecer, em muitos casos, um emaranhado de palavras e frases ininteligíveis e complexas. Isto porque há um linguajar próprio, específico, que exige um conhecimento prévio para que o entendimento seja alcançado. Mas e se houvesse uma espécie de tradutor que lhe ajudasse a entender qualquer texto de Economia?

Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Resgate recorde da poupança em 2015

Poupança continua perdendo recursos em 2017

A poupança começa o ano de 2017 com mais resgates do que aplicações. Somente em janeiro, o resgate líquido foi de R$ 10,7 bilhões, sendo o terceiro pior mês da série histórica divulgada pelo Banco Central. Ao menos, na comparação com o mesmo mês de 2016, quando ocorreu o recorde de resgate líquido mensal com R$ 12,0 bilhões, este número veio um pouco abaixo. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
IPCA fev-16

Inflação de janeiro 2017 fica em 0,38%

A inflação medida pelo IPCA para o mês de janeiro, divulgada no dia 8 de fevereiro, veio abaixo da maior parte das expectativas de mercado: 0,38%, e que vem a ser a menor variação para o mês de janeiro desde o início do Plano Real. Com isto, a inflação acumulada em 12 meses ficou em 5,35%, menor patamar desde setembro de 2012, quando ficou em 5,28%. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
testamento

Por que um Testamento é importante para as Finanças Pessoais?

Um tema muito pouco comentado quando se fala sobre Educação Financeira é a questão do Testamento. Nos preocupamos bastante em como viver uma vida equilibrada e em guardar o suficiente para aproveitarmos a aposentadoria. Se você já tem estes dois assuntos encaminhados, está na hora de se preparar para ajudar aqueles que ficarão após a sua partida.

Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Melhores investimentos janeiro 2017

Melhores investimentos por rentabilidade – Janeiro 2017

2017 já começa com forte alta do Ibovespa: +7,38% no mês de janeiro. Na renda fixa, os Tesouros Prefixados de prazo mais longo foram os que mais se beneficiaram com a queda generalizada dos juros: o vencimento de 2023 valorizou 3,65%, seguido pelo que vence em 2021, com alta de 2,78%. Para efeito de comparação, o CDI rendeu 1,09% no mês. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
juros

Você Continua Pagando Juros Altos?

Ninguém quer ou gosta de estar endividado. Mas se você está nesta situação, aí vai uma pergunta importantíssima. Quanto você está pagando de juros para se financiar e tentar sair das dívidas? A maioria das pessoas não sabe, mas pode estar pagando muito mais do que deveria. E a bola de neve só aumenta.

Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Resumo de mercado - janeiro 2017

Resumo do Mercado Financeiro – Janeiro 2017

O Ibovespa apresentou forte alta neste primeiro mês de 2017: +7,38%, com 64.670 pontos. Pela cotação do Banco Central (Ptax 800), o Dólar voltou a cair: -4,05%, cotado a R$ 3,1270, enquanto o Euro teve queda menos acentuada: -1,82% cotado a R$ 3,3759. No mercado de renda fixa, o CDI e a taxa Selic renderam 1,09%, enquanto a poupança rendeu 0,67%. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
juros_chequeesp

Taxa do rotativo de cartão bate novo recorde em dezembro

O Banco Central do Brasil divulgou em 26 de janeiro os dados relativos às taxas de operação de crédito do mês de dezembro. As taxas de juros da maioria das modalidades de empréstimos que acompanhamos aqui caíram levemente na comparação com novembro de 2016. No entanto, a taxa de juros do rotativo do cartão de crédito bateu um novo recorde, chegando a 484,57% ao ano (15,85% ao mês). Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Isenção de tarifas vs. saldo de investimentos

Vale a pena investir no banco apenas para obter isenção de tarifas?

Uma das dúvidas que já foram encaminhadas por nossos usuários/leitores relaciona-se à questão da isenção de tarifas frente ao volume de investimentos aplicado no banco. Será que vale a pena deixar dinheiro investido no banco (geralmente, com rentabilidades mais baixas) apenas para obter isenção de tarifas, ao invés de investir este valor com uma corretora independente (com melhor rentabilidade) e pagar o pacote de serviços que o banco oferece? Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
x
Assine nossa Newsletter

Digite o seu email e mantenha-se informado,