independente_financeiro

As desvantagens de ser financeiramente independente.

Passamos a vida tentando juntar dinheiro para não precisar se preocupar com dinheiro. Ou seja, queremos ter um certo nível de riqueza que nos permita viver sem ter que pensar muito em como economizar ou construir uma aposentadoria tranquila. Mas será que haveria alguma desvantagem em ser financeiramente independente?

Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
juros_chequeesp

Taxa de juros do rotativo de cartão de crédito cai em abril

O Banco Central do Brasil divulgou em 25 de maio os dados relativos às taxas de operação de crédito do mês de abril. As taxas de juros do cheque especial subiram um pouco, mas as do rotativo de cartão de crédito caíram substancialmente, ainda que estejam em patamar absurdamente alto. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Mercado de juros - Delação JBS

Efeito da delação da JBS no mercado de juros

A delação da JBS não gerou crise apenas no meio político; no meio financeiro, as taxas de juros prefixadas subiram fortemente nos últimos dias. A taxa de juros de 5 anos, que estava em 9,87% ao ano em 17 de maio, fechou em 11,67% no dia seguinte (18 de maio), acima da taxa de 11,50% registrada no final de dezembro de 2016. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
menosdivida_maispoupanca

Qual a melhor opção: menos dívidas ou mais poupança?

A recomendação mais normal é sempre tentar primeiro pagar todas as dívidas para então começar a poupar. A razão disso é que as taxas de juros cobradas pelos empréstimos costumam ser muito maiores que as taxas pagas pelos investimentos. Mas há também outros fatores a se considerar.

Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Ibovespa tem maior queda desde crise de 2008

Ibovespa registra maior queda desde crise de 2008

Neste ultimo dia 18 de maio, o Ibovespa registrou queda de -8,80% em relação ao dia anterior, maior perda diária desde a crise de 2008 e quarta maior do século. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Ibovespa x CDI

Ibovespa ou CDI: Qual indicador rendeu mais?

Quem investiu R$ 100 no Índice Bovespa em 22/ago/1994 teria hoje (17/mai/2017) um saldo de R$ 1.254,04, um retorno de 1.154% em pouco mais de 22 anos. Parece ser um excelente ganho, quando comparado à inflação de 418% medida pelo IPCA neste mesmo período. No entanto, o CDI apresentou um desempenho ainda melhor… Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
medo_cartao

Quem deve ter medo de usar o Cartão de Crédito.

Pode procurar na internet que você irá achar vários textos que tratam o cartão de crédito como o grande vilão da boa Educação Financeira. Todos têm uma certa razão, afinal ele permite a realização de compras mesmo sem termos efetivamente o dinheiro disponível, levando a gastos excessivos e à inadimplência. Mas será que você deve ter medo de usá-lo?

Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
economizar_chato

Legal mesmo é poder gastar Dinheiro!

Nós ainda não mudamos a nossa opinião sobre a importância da Educação Financeira … mas quem disse que ECONOMIZAR é algo PRAZEROSO? O bom mesmo é gastar dinheiro, de preferência sem culpa e sem ter que pensar em fechar as contas no final do mês. Infelizmente não dá para só pensar em gastar, mas pelo menos acho importante termos a consciência de que o hábito de economizar não é muito natural para a maioria de nós. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
mae_presente

Presentes “financeiros” para o Dia das Mães!

Enfim chegamos a Maio e também ao tradicional Dia das Mães. Sabemos que nem sempre é fácil escolher um presente que represente todo o seu carinho, que “caiba” no seu bolso e que seja algo que ela efetivamente goste! Então, que tal inovar e dar um presente com a cara da Educação Financeira?

Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Melhores fundos multimercado

Melhores fundos multimercado dos últimos 5 e 10 anos – março 2017

Fundos multimercado permitem a seus gestores investir em uma ampla gama de ativos financeiros, desde renda fixa até ações e câmbio. Com isto, espera-se que eles consigam superar o CDI frente ao maior risco assumido. Como demandam um maior trabalho de gestão, costumam cobrar taxa de administração (em geral, de 2% ao ano ou acima) e taxa de performance, esta última servindo como um incentivo adicional para que o gestor faça um bom trabalho. No entanto, será que os fundos multimercado dos grandes bancos têm conseguido fazer um bom trabalho? Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
x
Assine nossa Newsletter

Digite o seu email e mantenha-se informado,