superendividado_procon

SUPERENDIVIDADO? O PROCON PODE LHE AJUDAR

Ninguém gosta de estar endividado ou pior, de estar inadimplente. Mas, há ainda um cenário mais traumático: a dos superendividados. O superendividamento ocorre quando o devedor fica impossibilitado de pagar as suas dívidas, dentro de um prazo razoável, com a sua atual situação financeira (incluindo a sua renda e patrimônios). Ou seja: o superendividado não consegue (e nem tem perspectiva) de pagar ou diminuir a sua dívida. O que fazer?

Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Melhores investimentos jun2015

Melhores investimentos por rentabilidade – Junho 2015

Neste mês de junho, os fundos de ações que investem em ações da Cielo, do Banco do Brasil e da Petrobrás lideraram os ganhos com altas de até 9,40% entre os fundos com investimentos até R$ 10 mil. Com a nova alta da taxa Selic de 13,25% para 13,75% definida pelo COPOM em 3 de junho, os fundos DI passaram a render mais também, da mesma forma que os títulos Tesouro Selic. O CDI rendeu 1,06% em junho, assim como a taxa Selic. Acompanhe também as rentabilidades da poupança, LCI, LCA, títulos públicos (Tesouro Direto) e CDB-DI em junho de 2015. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
tesourodireto

Tesouro Direto bate recorde de cadastros

Em maio de 2015 (última estatística disponível no momento), o Tesouro Direto obteve 12.682 novos cadastros, um novo recorde mensal, o que elevou o número total para 508.458 investidores. O recorde anterior havia ocorrido em março de 2015 com 12.570 novos cadastros. Somente nos cinco primeiros meses de 2015, o total de novos cadastros já chega a 54.332 contra 23.764 para o mesmo período de 2014, o qual registrou um total de 75.859 novos investidores. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
tipo_investidor

Que Tipo de Investidor é Você?

A maneira como você investe depende de uma série de fatores, entre eles: qual o seu interesse no assunto ‘investimentos’, quanto dinheiro você tem, quanto tempo você tem para estudar e conhecer mais sobre o tema, como foi a sua educação financeira recebida em casa e na escola, sua cultura, sua personalidade, etc. Complexo, certo? Vamos analisar este tema sobre um ponto de vista mais simples, apenas para começar.

Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Cheque especial ainda mais caro

Cheque especial e crédito rotativo do cartão estão mais caros ainda

Já não é mais novidade. Com a taxa Selic voltando a subir, as taxas de juros do cheque especial e do crédito rotativo do cartão também subiram, segundo os dados divulgados pelo Banco Central do Brasil referentes ao mês de maio de 2015. A taxa média do cheque especial passou de 225,95% ao ano em abril de 2015 para 231,98% ao ano em maio. Já o rotativo do cartão de crédito (é a taxa cobrada para quem paga parcialmente a fatura do cartão de crédito) passou de 347,54% para 360,58% ao ano! Para se ter uma ideia, quem deve dinheiro a uma taxa destas verá a sua dívida dobrar a cada 5 meses e meio, e uma dívida de R$ 100 passará a ser de R$ 460,58 em apenas um ano… Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
comparar_taxas

Como comparar as taxas de juros cobradas pelas Instituições Financeiras?

Não consegue se livrar do cheque especial, do parcelamento das contas do cartão ou do financiamento pessoal? Bem, já demos várias dicas de como sair desta situação, mas colocar as finanças em dia pode levar um tempo. Assim, enquanto isso não acontece, o negócio é buscar as menores taxas de juros. Mas, como e onde encontrar este tipo de informação?

Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Investir fora do seu banco

Investir fora do seu banco pode ser mais vantajoso

Sobrou um dinheiro em sua conta-corrente e não sabe o que fazer com ele? Esta é uma situação comum (ok, não tão comum hoje em dia, com os preços de bens e serviços subindo tanto e o salário nem tanto) e boa parte das pessoas acaba procurando o gerente do banco em que tem conta para saber em que investir. Uma outra parte acaba investindo na poupança por considerar que é o investimento mais seguro que existe. Em ambos os casos, estes investidores estão deixando de ganhar um bom dinheiro. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Fundo DI ou fundo de renda fixa

É melhor investir em fundo DI ou em fundo de renda fixa?

Tanto o fundo DI quanto o fundo de renda fixa investem em títulos de renda fixa. No entanto, o fundo DI concentra seus investimentos em títulos pós-fixados e indexados de forma direta ou indireta à taxa CDI ou à taxa Selic. Já os fundos de renda fixa, investem preponderantemente em títulos prefixados ou mesmo indexados a índices de preços (como IPCA ou IGP-M, por exemplo) do mercado doméstico. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Famílias brasileiras estão mais endividadas

Endividamento das famílias atinge o maior nível em 10 anos

Segundo dados divulgados pelo Banco Central do Brasil, a taxa de endividamento das famílias brasileiras chegou a 46,3% em abril de 2015, a maior taxa da série histórica iniciada em janeiro de 2005. Esta métrica é calculada dividindo-se o total das dívidas das famílias pela renda acumulada nos últimos 12 meses. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
oferta_imoveis_carro

Vale a pena aproveitar as ofertas de Carros e Imóveis?

Um velho ditado já conhecido no mercado de ações é o famoso “Compre na Baixa, Venda na Alta”. Na verdade, isto se aplica também a vários outros cenários, incluindo aí a compra de Carros e Imóveis. Mas será que vale a pena aproveitar as grandes ofertas atuais destes 2 tipos de bens?

Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
x
Assine nossa Newsletter

Digite o seu email e mantenha-se informado,