Guia de Investimentos

Risco Tesouro IPCA+

Risco de investir no Tesouro IPCA+

O Tesouro Direto vem acolhendo cada vez mais investidores. Um dos motivos disto é que ele é apresentado como sendo um investimento seguro, mas sob que aspecto ele é realmente seguro? Qual é a possibilidade de se ter prejuízo ao investir em um título do Tesouro? Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Fundo DI x Tesouro Selic (LFT)

Fundos DI x Tesouro Selic (LFT)

O Tesouro Direto está atraindo cada vez mais investidores. Já são mais de 470 mil pessoas com dinheiro investido em títulos públicos. Para aqueles que podem vir a precisar do dinheiro a qualquer momento e não querem correr muitos riscos, o Tesouro Selic acaba sendo o título público mais indicado, mas será que um fundo DI pode vir a ser melhor opção? Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Mercado de juros - Delação JBS

Efeito da delação da JBS no mercado de juros

A delação da JBS não gerou crise apenas no meio político; no meio financeiro, as taxas de juros prefixadas subiram fortemente nos últimos dias. A taxa de juros de 5 anos, que estava em 9,87% ao ano em 17 de maio, fechou em 11,67% no dia seguinte (18 de maio), acima da taxa de 11,50% registrada no final de dezembro de 2016. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Ibovespa tem maior queda desde crise de 2008

Ibovespa registra maior queda desde crise de 2008

Neste ultimo dia 18 de maio, o Ibovespa registrou queda de -8,80% em relação ao dia anterior, maior perda diária desde a crise de 2008 e quarta maior do século. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Melhores fundos multimercado

Melhores fundos multimercado dos últimos 5 e 10 anos – março 2017

Fundos multimercado permitem a seus gestores investir em uma ampla gama de ativos financeiros, desde renda fixa até ações e câmbio. Com isto, espera-se que eles consigam superar o CDI frente ao maior risco assumido. Como demandam um maior trabalho de gestão, costumam cobrar taxa de administração (em geral, de 2% ao ano ou acima) e taxa de performance, esta última servindo como um incentivo adicional para que o gestor faça um bom trabalho. No entanto, será que os fundos multimercado dos grandes bancos têm conseguido fazer um bom trabalho? Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Poupança x IPCA 12 meses

Ganho real em 12 meses da poupança atinge maior nível desde novembro de 2007

Com os cortes na taxa Selic realizados nos últimos meses, a rentabilidade da poupança tende a cair nos próximos meses. Analisando-se o ganho no período de 12 meses, a poupança recuou de uma taxa de 8,39% em julho de 2016 (agosto de 2015 a julho de 2016) para 8,27% em fevereiro de 2017. No entanto, o ganho real, descontada a inflação medida pelo IPCA, chegou a 3,36% em fev-17, maior taxa desde novembro de 2007, quando havia ficado em 3,46%. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Tire o seu dinheiro destes fundos

Tire o seu dinheiro destes fundos!

Há diversas matérias disponíveis comentando sobre a baixa rentabilidade da poupança. No entanto, pouco se fala sobre fundos de investimento que oferecem rentabilidade ainda mais baixa do que a da própria poupança. Caso tenha recursos aplicados neles, você está jogando dinheiro fora! Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Fundos Simples x Tesouro Selic

Fundos Simples x Tesouro Selic

A partir de outubro de 2015, os Fundos Simples passaram a estar disponíveis para investimento. A ideia por trás da criação desta nova modalidade de fundos era a de simplificar a adesão e reduzir os custos administrativos, de modo a atrair mais investidores a fundos com baixo risco e menor taxa de administração. No entanto, será que a rentabilidade foi melhorada em relação a de outros investimentos com a introdução deste novo tipo de fundo? Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Isenção de tarifas vs. saldo de investimentos

Vale a pena investir no banco apenas para obter isenção de tarifas?

Uma das dúvidas que já foram encaminhadas por nossos usuários/leitores relaciona-se à questão da isenção de tarifas frente ao volume de investimentos aplicado no banco. Será que vale a pena deixar dinheiro investido no banco (geralmente, com rentabilidades mais baixas) apenas para obter isenção de tarifas, ao invés de investir este valor com uma corretora independente (com melhor rentabilidade) e pagar o pacote de serviços que o banco oferece? Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Melhores investimentos - janeiro a dezembro 2016

Melhores investimentos 2016 – janeiro a dezembro

Apesar de mais uma desvalorização mensal (-2,71%), o Ibovespa fechou 2016 com uma valorização de 38,94% no ano, ainda um excelente desempenho e o maior ganho anual desde 2009 (quando teve 82,66%). Na ponta oposta, o dólar e o euro, pela cotação de mercado, desvalorizaram -17,69% e -20,33% no ano, respectivamente. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
x
Assine nossa Newsletter

Digite o seu email e mantenha-se informado,