Guia de Investimentos

Melhores investimentos 2017

Melhores investimentos 2017 – Dezembro

Com o ganho de 1,28% em dezembro, o Tesouro Prefixado 2023 registra excelente rentabilidade nos últimos 12 meses (18,81% vs. 9,95% do CDI). Já o Ibovespa, com a alta de 6,16% no mês, passou a ter alta de 26,86% no ano. Quanto ao dólar, pela cotação de fechamento de mercado, tem alta de 1,99% no ano. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Como investir apenas R$ 100 com pouco risco

Como investir apenas R$ 100 com pouco risco

Com a queda da taxa Selic, os investimentos tradicionais de renda fixa passaram a render muito pouco, menos ainda quando os custos relacionados a eles não caíram na mesma proporção. Para o pequeno investidor, as opções são ainda piores e muitos voltaram a aplicar na poupança. No entanto, ainda há alternativa melhor do que ela, dependendo das circunstâncias. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Tesouro Direto - Corretora independente vs. Banco de varejo

Por que não devo investir no Tesouro Direto através da corretora do meu banco?

Certamente é mais cômodo investir no Tesouro Direto através da corretora do próprio banco em que você mantém a conta-corrente. O processo de aplicação e resgate de recursos é muito mais ágil e prático. No entanto, há um preço a se pagar por isto e ele pode ser bastante salgado. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
CDI poupança IPCA

CDI e poupança vs. Inflação (IPCA)

Nos últimos 24 meses (out-15 a out-17), a poupança nova teve rendimento real (descontada a inflação) de apenas 4,57%, enquanto o CDI obteve rendimento real e líquido de IR mais significativo: 10,91%. Em períodos mais recentes, no entanto, o rendimento real da poupança chegou a ser negativo e o do CDI esteve próximo de zero. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Tesouro Direto

Investimento no Tesouro Direto atinge R$ 47,3 bi

Em julho, as aplicações de até R$ 1 mil representaram 54,06% das vendas, participação recorde desta faixa no Tesouro Direto. O estoque de recursos já atinge R$ 47,3 bilhões e o número de investidores cadastrados totaliza 1.539.936, dos quais 520.624 são ativos. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Selic em 8% ao ano? Como ficarão os seus investimentos?

Selic em 8% ao ano? Como ficarão os seus investimentos?

Com a rápida queda da taxa Selic- basta lembrar que há poucos meses ela estava em 14,25% ao ano e já se encontra em 10,25% – os investimentos em renda fixa passam a ficar menos atrativos. A última estimativa de mercado, coletada pelo Boletim Focus de 14 de julho, já mostra a Selic em 8% ao ano no final de 2017. Se isto ocorrer, será o menor patamar desde julho de 2013. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Risco Tesouro IPCA+

Risco de investir no Tesouro IPCA+

O Tesouro Direto vem acolhendo cada vez mais investidores. Um dos motivos disto é que ele é apresentado como sendo um investimento seguro, mas sob que aspecto ele é realmente seguro? Qual é a possibilidade de se ter prejuízo ao investir em um título do Tesouro? Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Fundo DI x Tesouro Selic (LFT)

Fundos DI x Tesouro Selic (LFT)

O Tesouro Direto está atraindo cada vez mais investidores. Já são mais de 470 mil pessoas com dinheiro investido em títulos públicos. Para aqueles que podem vir a precisar do dinheiro a qualquer momento e não querem correr muitos riscos, o Tesouro Selic acaba sendo o título público mais indicado, mas será que um fundo DI pode vir a ser melhor opção? Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Mercado de juros - Delação JBS

Efeito da delação da JBS no mercado de juros

A delação da JBS não gerou crise apenas no meio político; no meio financeiro, as taxas de juros prefixadas subiram fortemente nos últimos dias. A taxa de juros de 5 anos, que estava em 9,87% ao ano em 17 de maio, fechou em 11,67% no dia seguinte (18 de maio), acima da taxa de 11,50% registrada no final de dezembro de 2016. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Ibovespa tem maior queda desde crise de 2008

Ibovespa registra maior queda desde crise de 2008

Neste ultimo dia 18 de maio, o Ibovespa registrou queda de -8,80% em relação ao dia anterior, maior perda diária desde a crise de 2008 e quarta maior do século. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
x
Assine nossa Newsletter

Digite o seu email e mantenha-se informado,