Guia de Investimentos

Melhores investimentos - janeiro a dezembro 2016

Melhores investimentos 2016 – janeiro a dezembro

Apesar de mais uma desvalorização mensal (-2,71%), o Ibovespa fechou 2016 com uma valorização de 38,94% no ano, ainda um excelente desempenho e o maior ganho anual desde 2009 (quando teve 82,66%). Na ponta oposta, o dólar e o euro, pela cotação de mercado, desvalorizaram -17,69% e -20,33% no ano, respectivamente. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Melhores investimentos - dezembro 2016

Melhores investimentos por rentabilidade – Dezembro 2016

Dezembro registrou nova baixa do Ibovespa: -2,71%, só não ficando atrás do Dólar, do Euro e do Ouro. Aliás, Dólar e Euro registraram baixas significativas no mês: -4,06% e -4,42%, respectivamente. Com isto, os fundos cambiais apresentaram prejuízo, só não pior do que as perdas apresentadas pelos fundos de Vale, Petrobrás e Cielo. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Resumo de mercado - dezembro 2016

Resumo do Mercado Financeiro – Dezembro 2016

Em dezembro, o Ibovespa voltou a cair, desta vez -2,71%, reduzindo a alta no ano para 38,94%, ainda assim o melhor desempenho anual desde 2009, quando subiu 82,66%. Pela cotação do Banco Central (Ptax 800), o Dólar voltou a cair: -4,05% cotado a R$ 3,2591, enquanto o Euro teve queda um pouco mais acentuada: -4,49% cotado a R$ 3,4384. No mercado de renda fixa, o CDI e a taxa Selic renderam 1,12%, enquanto a poupança rendeu 0,69%. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Tesouro Direto

Tesouro Direto registra recorde de operações em novembro

Em novembro, o Tesouro Direto registrou o recorde histórico de negociações com 181.498 operações realizadas e atingindo a marca de R$ 39,6 bilhões em estoque, um aumento de R$ 1,4 bi em relação a outubro e de quase R$ 14 bi em relação a dezembro de 2015. O número de investidores cadastrados já chega a 1,08 milhões, sendo que 382 mil são ativos. No final de 2015, haviam 624 mil investidores cadastrados, dos quais 234 mil eram ativos. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Resgate recorde da poupança em 2015

Poupança tem captação líquida positiva em novembro

Após sofrer 10 meses consecutivos de resgates líquidos, acumulando R$ 53,25 bilhões de perdas de recursos até 31 de outubro de 2016, a poupança voltou a ter captação líquida de R$ 1,88 bi em novembro. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Poupança x lci x lca x fundo x cdb

Taxa Selic cai para 13,75% ao ano. Veja como ficam os investimentos.

No dia 30 de novembro, o Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central) decidiu, por unanimidade, pela redução da taxa Selic de 14,00% para 13,75% ao ano. Trata-se da segunda queda consecutiva no ano. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
fundo-privatizacao-petrobras

Investir no fundo de privatização da Petrobrás foi um bom negócio?

Com a crise que assolou a Petrobrás nos últimos anos, muita gente tem se perguntado se valeu a pena investir o dinheiro da conta do FGTS, que rende apenas TR + 3% ao ano, nos fundos mútuos de privatização (FMP-FGTS) da Petrobrás. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Ibovespa x CDI

Ibovespa ou CDI: Qual indicador rendeu mais?

Quem investiu R$ 100 no Índice Bovespa em 30/jun/1994 teria hoje (01/nov/2016) um saldo de R$ 1.747,79, um retorno de 1.648% em pouco mais de 22 anos. Parece ser um excelente ganho, quando comparado à inflação de 455% medida pelo IPCA neste mesmo período. No entanto, o CDI apresentou um desempenho ainda melhor neste período. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Fundos de ações

Melhores fundos de ações

Com o Índice Bovespa subindo 46,50% no ano (até 19/10/2016), as ações e os fundos de ações voltam a despertar o interesse dos investidores. No entanto, nem todos os fundos de ações estão indo bem, alguns deles inclusive apresentam prejuízo no ano. Veja aqui como foi o desempenho dos principais fundos de ações oferecidos pelos grandes bancos em diferentes períodos. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Tesouro Selic ou CDB?

É melhor investir no Tesouro Selic ou no CDB?

O Tesouro Direto tornou-se um grande sucesso entre os investidores pessoa física, principalmente entre os pequenos e médios investidores. No entanto, muitos deles poderiam estar investindo melhor (ganhando mais dinheiro) e correndo riscos semelhantes. Uma das alternativas ao Tesouro Selic, por exemplo, é o CDB-DI, que é bastante acessível a qualquer investidor. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
x
Assine nossa Newsletter

Digite o seu email e mantenha-se informado,