Pergunta: Tenho algum dinheiro que gostaria de investir e fico em dúvida sobre a opção que seria a mais correta. São R$ 4.700 disponíveis de imediato e mais R$ 4.000 posteriormente. Também tenho a ideia de depositar uma certa quantia todo mês na aplicação que eu escolher, que seria de R$ 200 no caso de poupança.

Outra dúvida diz respeito à previdência privada. É valido fazer uma? Meu salário é de R$1.477, mas, como trabalho viajando, esse salário oscila muito. E meus gastos pessoais hoje não ultrapassam R$ 400. (R.S.)

Resposta:
Parabéns! Parece que sua vida financeira está muito bem equilibrada e agora é cuidar para fazer o dinheiro trabalhar para você, da melhor maneira possível!

No seu lugar, eu faria o seguinte: investiria os R$ 4.700 já disponíveis em algo maisconservador e de boa liquidez (como a poupança, os fundos DI ou os CDB-DI), porque este valor representará o seu “seguro contra imprevistos”. Ou seja, se algo acontecer e você precisar de um dinheiro imediatamente, poderá resgatá-lo sem grandes problemas.

Quanto aos R$ 4.000 que ainda virão, poderão ser aplicados com uma visão de médio e longo prazo em produtos como os CDBs e os títulos do Tesouro Direto, que exigem a manutenção do investimento por um tempo maior, mas podem lhe garantir uma boa rentabilidade para esta quantia.

Já em relação aos R$ 200 mensais, talvez a melhor escolha seja a poupança ou o Tesouro Direto, já que, com este valor, dificilmente você conseguirá boas taxas em outras aplicações. Porém, assim que conseguir juntar um bom dinheiro novamente, será possível buscar outras alternativas interessantes.

Por fim, uma última recomendação: invista também em estudo e especialização, que são formas de se obter maior remuneração no futuro, ter uma vida tranqüila e assegurar a conquista de seus sonhos.