O computador já não tem o mesmo “glamour” de antigamente, seu lugar está sendo tomado, pouco a pouco, por uma série de outros aparelhos eletrônicos como os “tablets” e os celulares inteligentes (“smartphones”).

Mas ainda assim, a grande maioria das pessoas tem um computador em casa, ou vai comprar um.

Nos dias de hoje, este é um produto quase imprescindível. Assim, a principal questão não é se é necessário comprar um ou não, mas qual modelo comprar, já que há uma enorme variedade de modelos e configurações.

Para lhe ajudar nesta tarefa, vamos dar aqui algumas dicas, do ponto de vista da “Educação Financeira”, que podem ser muito úteis:

1) Entenda as suas necessidades: a primeira coisa é saber como você irá utilizar o computador. Por exemplo, você realiza trabalhos de animação ou joga jogos que exigem muita capacidade de processamento? Ou usa mais para navegar pela internet, ler e-mails e assistir a alguns vídeos? Com esta análise, será possível pagar somente pelo que você irá utilizar. Ou seja, “não compre uma Ferrari para andar em uma estrada de terra”!

2) Último modelo: da mesma forma que qualquer bem de consumo, as novidades são sempre mais caras. Comprar um computador com o processador mais rápido do mundo é bom, mas você terá que desembolsar mais dinheiro. Se você não precisar de todo este “poder de processamento”, busque o penúltimo modelo. Eles serão bem mais baratos e você ainda terá todas as funcionalidades que precisa.

3) O barato pode sair caro: não busque apenas o computador de menor preço. Há marcas com baixa qualidade que poderão dar tanto problema que não compensam o desconto. Busque por avaliações e opiniões na internet antes de fazer a sua compra.

4) Computador ou notebook? Atualmente os preços dos notebooks estão baixando, mas ainda assim eles são mais caros que os computadores tradicionais. O notebook é, sem dúvida, mais prático e garante um toque especial de modernidade. Mas se você for só utilizá-lo em casa, em cima da mesa … bem, já dá para imaginar qual seria a melhor opção do ponto de vista de economia, certo?

5) Não se endivide: essa dica, na verdade, vale para qualquer tipo compra. Se não tiver dinheiro para comprar ou trocar o seu computador, não faça divídas! Economize, corte gastos, organize o seu orçamento e então faça a compra conscientemente!

Boas compras!