Os preços de bens e serviços não param de subir e o seu salário (sua receita) continua o mesmo? Já não sabe mais o que fazer para não entrar no cheque especial ou parcelar a fatura do cartão de crédito? Nesta situação, conseguir economizar, fazer sobrar um pouco dinheiro no fim do mês, parece uma tarefa impossível.

No entanto, pequenas mudanças de comportamento podem ajudar a melhorar sua situação financeira. Vamos a elas!

 

1. Substitua produtos mais caros por outros mais em conta

Com o aumento do padrão de vida, muitas vezes passamos a consumir produtos de marca premium, os quais, muitas vezes, são muito mais caros do que bons produtos de marcas menos reconhecidas. Você pode experimentar produtos de outras marcas e, quem sabe, passar a economizar um pouco mais em suas compras de supermercado.

No caso de alimentos, procure substituir frutas, legumes e carnes mais caras por produtos equivalentes mais em conta. Se a carne de boi está mais cara, não é preciso deixar de consumi-la, mas é possível sim diminuir o seu consumo, trocando-a por carne suína ou frango, por exemplo. No caso de hortaliças, que costumam ter períodos de entressafra, opte por produtos que estejam no período de safra.

 

2. Evite compras não-prioritárias

Deixar de comprar produtos não-essenciais é uma forma bastante efetiva para obter uma folga no orçamento doméstico. Mesmo que aquele celular tão desejado esteja em promoção e ainda pode ser pago em 10 vezes, não vale a pena adquiri-lo se o seu aparelho ainda o atende bem. Isto vale também para itens de vestuário, produtos eletrônicos, carro, alimentos etc

 

3. Repense o seu padrão de consumo

Que tal deixar de jantar fora toda semana? Ou se você não quer abrir mão disto, vale também diminuir a frequência e/ou passar a frequentar restaurantes menos caros. Convidar os amigos para jantar em casa também é um programa interessante. Além de ser mais econômico, você ainda não precisa se preocupar com a lei seca, não será pressionado a liberar a mesa assim que terminar a refeição e ainda irá economizar com o estacionamento. A ideia vale também para outras atividades de lazer como cinema, teatro e até shopping center… Ou você alguma vez conseguiu sair do shopping sem gastar nada, nem um cafezinho ou um sorvete? Sempre há algum programa de lazer gratuito e, com a internet, não é difícil descobrir um em algum lugar pertinho de você.

 

Como economizar mais - Reunir amigos

Reunir os amigos pode ser muito mais prazeroso e mais barato do que jantar fora

 

4. Adie as trocas de bens como carros e aparelhos eletrônicos

Já escrevemos sobre o quanto se pode economizar ao adiar a troca do carro, do celular e de outros bens. O valor economizado não parece ser muito relevante no curto prazo, mas ao longo da vida, isto pode representar uma aposentadoria muito mais tranquila e confortável. Além disso, tem a questão ecológica, quanto menor a frequência de troca, menos lixo você irá gerar…

 

5. Invista um pouco mais de tempo para cuidar de suas finanças

Cuidar das finanças pode ser um martírio para muita gente, mas o que as pessoas não percebem é que esta dedicação pode lhe ajudar a tomar melhores decisões financeiras. Um melhor conhecimento de seu padrão de consumo lhe ajudará a priorizar os gastos, sem necessariamente prejudicar a sua qualidade de vida. Outro ponto importante é que, com um melhor controle e planejamento financeiro, você acabará evitando se endividar de forma desnecessária, e se esquecer de pagar contas e boletos no dia correto. O pagamento de juros e multas representa boa parte das despesas de famílias brasileiras e boa parte destas despesas poderia ser evitada.

 

6. Caminhe mais

Você é daqueles que pega o carro para ir à padaria que dista apenas 500 metros da sua casa? E depois caminha na esteira? Bom, nem todo mundo faz isto, mas no nosso dia a dia sempre há oportunidades em que poderíamos abrir mão do uso do carro e optar por caminhar, ou quando a distância for um pouco maior, usar um transporte público ou mesmo uma bicicleta. Ao longo do ano, estas escolhas do dia a dia podem vir a fazer diferença em seu orçamento e também na sua saúde!

 

O assunto não se esgota aqui, mas a ideia que gostaríamos de passar é que, mesmo em um ano difícil, ainda assim é possível economizar e continuar perseguindo nossos sonhos.