A atual noção de Aposentadoria que a maioria da população tem é passar o final de nossas vidas sem trabalhar, apenas curtindo o lazer ou lendo um livro, na casa de praia ou na casa de campo. É esta imagem que todo plano de previdência nos ‘vende’, certo? Basta ver as imagens das propagandas destas empresas: casal de idosos, felizes, na cadeira de praia, com um ‘drink’ na mão!

Mas esta ideia de aposentadoria é relativamente nova e surgiu somente depois da Revolução Industrial do século XVIII. E antes disso?

Bem, as pessoas viviam nas fazendas, cuidando da agricultura e dos animais. Mas ninguém se aposentava! As pessoas mais idosas eram responsáveis por passar o conhecimento de geração a geração e já não faziam todos os trabalhos pesados.

Mas ficar sem fazer nada, só curtindo o sol da fazenda? Isso ninguém fazia não.

Industrialização.

Com o processo de industrialização no mundo as pessoas trocaram a vida no campo pela da cidade e deixaram de ser autossuficientes.

trabalhar_aposentado_interior

Em 1935 surgiu nos Estados Unidos o conceito de ‘Social Security’, que seria o que conhecemos hoje como aposentadoria. A ideia era apoiar os trabalhadores no final de suas vidas, quando eles já não poderiam ganhar o sustendo através do trabalho assalariado.

A diferença é que naquela época (e até bem recentemente em nossa história) a expectativa de vida era razoavelmente baixa. E poucas pessoas realmente usufruíam da aposentadoria … e por pouco tempo.

Os tempos mudaram.

Pois é, os tempos mudaram e agora a expectativa de vida aumentou muito. E deve continuar aumentando. Não somente estamos vivendo mais, mas estamos vivendo com mais saúde e disposição.

É claro que no Brasil ainda temos regiões onde isto ainda não é uma realidade. Mas a tendência, seja aqui ou no mundo, continua sendo a de vidas mais longas.

E o que isto significa?

Significa que precisamos começar a encarar a Aposentadoria de uma maneira diferente. Não estamos falando aqui de deixar de lado as estratégias para guardar uma boa reserva para esta fase ou escolher um bom plano de previdência. Tudo isso continua válido e é importante para a nossa vida futura.

Mas precisamos deixar um pouco de lado a imagem de ‘não fazermos nada’ na aposentadoria. Por exemplo, já imaginou se você parar de trabalhar aos 65 anos e viver até os 90 anos? Serão 25 anos sem fazer nada??!!

Você mesmo saiu da barriga de sua mãe, sem saber falar, sem saber andar ou escrever, e em 25 anos provavelmente já estava se formando na faculdade!

Um pouco mais …

Nos seus planos de aposentadoria, considere montar uma estratégia onde algum trabalho esteja envolvido. Faça como os nossos parentes antigos lá dos tempos pré-revolução industrial faziam: pense em algo que não exija muito esforço ou stress, mas que o mantenha ativo e que possa render até algum salário.

Pode ser uma consultoria, ou trabalhar em alguma ONG, ou montar um pequeno negócio em uma cidade menor. Seja criativo! E nos finais de semana, tire uma foto sua na praia com um copo de batida na mão!