Estórias de sucesso estrondoso, quase heroicas, são muito comuns no mundo dos negócios e dos investimentos: Warren Buffett e Jorge Paulo Lemann são exemplos icônicos deste time de estrelas. Mas será que só existem os bem-sucedidos? E aqueles que levaram tombos homéricos, onde estão? Não teríamos algo que aprender com eles também?

Pode ter certeza que o número de investidores malsucedidos supera em muito os que tiveram sucesso. Mas como estas estórias não dão ‘ibope’, elas são muito pouco difundidas.

O que podemos fazer aqui é dar dois exemplos de relatos no mundo dos investimentos. Eventualmente você pode até achar que estão falando de você, de tão comum que estes cenários são. Porém eles são somente uma coletânea de estórias de personagens fictícios.

O ‘midas’ da bolsa de valores.

Um amigo meu se diz ser o verdadeiro midas ao contrário da bolsa de valores: toda ação que ele vende, sobe no dia seguinte. E toda ação que ele compra, cai nos próximos meses.

relato_investidor_interior

Ele conta a estória de um papel do setor de saneamento básico, comprado em um período em que era recomendado por 9 entre 10 corretoras do país. Um potencial altíssimo!

‘Segurou’ o papel por meses a fio e nada de valorização. Pensou em vende-lo diversas vezes, mas algo lhe dizia que deveria deixar o imediatismo de lado e esperar mais um pouco. Mas nenhuma novidade acontecia.

Quando finalmente ele decidiu vender a ação, não deu outra! Dois dias depois saiu uma nova lei federal incentivando as empresas no setor, e as ações saltaram mais de 15% em menos de 1 semana! Até hoje ele se pergunta como esta lei passou despercebida por ele …

“Agora que caiu, não vale a pena vender”.

Um outro personagem chegou a ter uma boa valorização de seu dinheiro aplicando-o em ações brasileiras. Tudo ia tão bem que ele até decidiu tirar umas férias nos Estados Unidos.

Ele estava no centro de Nova Iorque quando ouviu lá mesmo os rumores de que uma grande bolha imobiliária estava prestes a explodir. Era a crise de 2008.

Temendo o pior, procurou algum lugar com acesso à internet para entrar no site de sua corretora e vender todas as suas ações imediatamente. Mas quando finalmente conseguiu achar um computador ligado à rede mundial, a conexão era extremamente lenta. Pensou: “bem, vou curtir a viagem, nada de muito ruim vai acontecer em 1 semana”.

Pois é, mas muitas coisas ruins aconteceram em apenas 1 semana: o Lehman Brothers quebrou e gerou uma crise de confiança há tempos não vista no mercado mundial. Os preços das ações despencaram.

Já de volta ao Brasil, vocês podem imaginar a raiva desta pessoa por não ter efetivado a venda das ações no momento certo. Mesmo assim ele se recompôs e definiu uma nova estratégia para seus investimentos: como já tinha perdido muito, não valia a pena vender agora ‘na baixa’. O melhor era esperar o mercado se recompor.

Não é preciso dizer que ele esperou por muito tempo esta melhora nos preços das ações, e nada. Quando finalmente decidiu vender as ações … logo depois o mundo começou a sua recuperação.

Seu relato.

E você, tema alguma boa estória para nos contar? Compartilhe!