Está difícil fazer sobrar algum dinheiro no final do mês? Se você acha que seu salário não é lá muito baixo, mas ainda assim não consegue juntar nada para poupar, pode ser que o seu problema seja o Desperdício. Combater este mal não é tão difícil, mas você tem que ficar bem atento! Veja algumas dicas que elaboramos para você.
Há muitos casos de desperdício de dinheiro, mas você não precisa ficar neurótico e se preocupar com todos eles. Concentre-se naqueles mais importantes para você: o que pode ser um grande vilão nas suas finanças, pode ter uma importância menor no bolso de outras pessoas.

1. Compra de Artigos Eletrônicos (‘Gadgets’)
Aqui se inclui uma ampla gama de objetos: televisores, vídeo games, máquinas fotográficas, filmadoras, etc. Podemos também considerar alguns eletrodomésticos como lavadoras, secadoras e geladeiras, já que atualmente estes produtos estão cada vez mais ‘eletrônicos’.

O desperdício aqui é tentar sempre possuir o último modelo, o mais tecnologicamente avançado e com o design mais moderno. A tentação é grande, já que as funcionalidades do último modelo são sempre excepcionais: quem não se encanta com uma TV de LED, tela curva, 54 polegadas, som ‘super surrounding’ e imagens cristalinas?

maiores_desperdiçadores_interior

Porém, o preço a pagar por isso é alto demais. Além de ter que pagar muito mais caro pelo último lançamento, você ainda não tem o que fazer com o produto antigo: o que fazer com a TV tela plana que você comprou há 2 anos atrás? Pode tentar revendê-la, mas ainda assim o valor que conseguirá por ela será baixo.
Não desperdice com produtos de última geração!! A dica é ficar sempre 1 ou 2 gerações atrás: o valor é mais baixo e pode ter a certeza que isto não lhe causará nenhum sacrifício na sua vida!

2. Celulares Novos
O celular poderia estar esquadrado no item acima, mas resolvemos dar um destaque a ele por ser um desperdício muito comum. Como esta ‘indústria’ é relativamente nova, há novos celulares sendo lançados a cada ano e as novas funcionalidades são incríveis.

Não tenha vergonha de ostentar um celular mais simples ou mais antigo! Você com certeza não vai sofrer se não tiver uma câmera embutida de 8 megapixels ou uma tela “super amoled”, seja lá o que isso queira dizer.

Mas o seu bolso vai sentir muita diferença!

3. Carro Novo
Comprar um carro e sentir aquele ‘aroma’ característico de automóvel novo é um dos grandes desejos do ser humano! No entanto, este também é um dos grandes desperdícios de dinheiro em nossa vida.

No carro novo, tudo é mais caro: o preço para adquiri-lo, o seguro, o IPVA, a documentação, etc. E, ainda há a desvalorização a cada ano que passa. Só no primeiro ano, esta desvalorização é em média de 20%!
Por que não comprar um seminovo? Dá um certo trabalho para procurar um em bom estado, mas se você busca dar um fim nos desperdícios, vale o esforço.

4 – Roupas e artigos relacionados à Moda
Já reparou que no mundo da Moda há lançamentos ocorrendo quase que a cada semana? Novos modelos, novos cortes, novas tendências. Tudo isso é feito, claro, para que você compre todas estas novidades (já deu para perceber que o ‘novo’ sempre nos atrai, certo?).

Para saber se você está desperdiçando o seu dinheiro com roupas, sapatos e outros acessórios, faça um teste: analise o seu armário e gavetas e separe tudo aquilo que você não usou há mais de 1 ano. Tudo o que você juntar é, a princípio, desperdício!

Faça uma mudança radical: pare de comprar e comece a vender! Faça um bazar ou venda pela internet tudo aquilo que você não usa mais!

5 – Pequenos Gastos
Nem sempre o desperdício está nos grandes gastos: ele pode estar nos pequenos desembolsos, que passam despercebidos por causa do baixo valor. Entretanto, juntando tudo, você verá que o buraco pode ser enorme!

Para evitar este tipo de desperdício, o melhor a fazer é realmente passar a anotar e controlar todos os gastos. Só fazendo isso e depois vendo o valor total é que você terá a exata dimensão do gasto total. Assim, mãos à obra! Abra a sua planilha ou use o MinhasEconomias para isso!