Todo ano é a mesma coisa: planejamos várias metas para o ano que se inicia e prometemos para nós mesmos que ‘este ano vai ser diferente’. Mas no final, pouca coisa é cumprida. Será que dá para fazer algo diferente para mudar esta estória?

O problema com as resoluções de Ano Novo é que elas normalmente requerem um esforço muito grande para serem atingidas. Você tem que começar o ano com uma super motivação e manter esta motivação até o final do ano. Não é fácil, certo?

Quando você submete o seu espírito e o seu cérebro a vários novos comportamentos ao mesmo tempo, provavelmente esta sobrecarga irá gerar baixos resultados e alta ansiedade.

Mas há algumas dicas que você pode seguir para tentar sair desta ‘rotina’ anual!

1. Simplifique o seu Objetivo

Se a sua meta é tão complexa e grandiosa que exige que você mantenha uma lista de tarefas para verificar se tudo foi realizado, isto não é um bom sinal.

Simplifique.

Tente definir metas simples de serem entendidas e realizadas. Por exemplo, ao invés de definir uma meta como “Ficar Rico”, tente algo mais objetivo como “Poupar 20% do salário todo mês”. Ou então escolha um comportamento que possa se tornar um bom hábito, como “Nunca parcelas as compras”.

meta_2018_interior

2. Evite ter que cumprir múltiplas tarefas.

Além de ser simples, as metas não devem ser muitas, de modo que você não precise realizar várias atividades em paralelo. Escolha poucas metas e tenha foco nelas até que elas se tornem verdadeiramente algo incorporado no seu dia a dia.

Você pode definir um número menor de objetivos e ao mesmo tempo diminuir o prazo que terá para cumpri-las. Ao invés de ter 10 metas para cumprir o ano inteiro, defina 5 metas iniciais para cumprir até o meio do ano.

3. Além das metas, estabeleça também as recompensas!

Ajude a manter a sua própria motivação em alta através de recompensas. Pode parecer que isso é algum tipo de truque para o nosso cérebro … e é mesmo!

Para atingir as suas resoluções, com certeza haverá uma boa dose de sacrifício. Nada melhor que uma boa gratificação no “fim do túnel” para compensar um pouco este sentimento de sofrimento.

4. Crie vários Lembretes.

Mudar um comportamento não é uma tarefa simples, por isso uma boa dica é criar vários tipos de lembrete, para você mesmo, sobre o que você deve fazer para alcançar a sua meta.

Por exemplo, existem alguns aplicativos de celular que tocam um alarme a cada hora, indicando que você deve tomar água. Este seria um exemplo clássico de lembrete.

Mas você pode ser bem criativo também: os lembretes não precisam ser exatamente uma mensagem, mas sim algo que impacte você todo dia de alguma maneira. Por exemplo, deixe o seu cartão de crédito em casa durante as 2 últimas semanas de cada mês: isto fará com que você evite comprar algo com um prazo maior de pagamento!