Já escrevemos várias vezes aqui sobre dicas e informações de como fazer o seu orçamento familiar. E você, já começou o seu? Se a resposta for ‘Não’, talvez você seja a pessoa ideal para ler este ‘post’ até o final (é bem curto!). Depois da leitura, você não vai ter mais desculpas para não iniciar um orçamento já.

Orçamento doméstico ou familiar é algo simples de ser feito, mas para os iniciantes no tema a dificuldade geralmente é muito grande. Desta maneira, o que propomos para você, que está no início desta jornada, é iniciar aos poucos. Não tente fazer o melhor controle orçamentário do mundo, pois isto requer muita experiência e dedicação.

Aqui vão algumas dicas para você iniciar um Orçamento de uma forma simples. Como a ideia é a simplificação, vamos começar com poucas (mas importantes) dicas: são poucas, assim você não terá desculpa para não segui-las!

A) Faça algo tão simples que poderia ser controlado em um caderno ou folha de papel.

Se você não pode controlar o seu Orçamento Familiar em um papel, então talvez ele esteja muito complexo … pelo menos para os iniciantes.

Se você já tiver familiaridade com planilhas ou com o uso de aplicativos como o MinhasEconomias, excelente! Estas ferramentas certamente lhe ajudarão muito.

Mas, caso contrário, não fique refém de uma ferramenta para isso. Lembre-se que o primordial é fazer com que os seus gastos estejam controlados: pegue um papel e um lápis, e mãos à obra.

B) Comece pelos seus Sonhos!

Motivação é o motor do universo. Nada melhor do que um ‘Sonho’ muito desejado para ‘forçá-lo’ a fazer um bom Orçamento Doméstico.
Talvez você não precise controlar todos os seus gastos, mas só aqueles relacionados à conquista do seu Sonho.

Quer uma ajuda? Use o Gerenciador de Sonhos do MinhasEconomias. Lá você pode cadastrar o seu sonho, definir um valor e uma data para alcançá-lo e, a partir daí, controlar os gastos e acompanhar as economias já realizadas.

Tudo isso é uma forma de Orçamento! Depois de um tempo, expanda este controle para toda a sua vida e você terá um verdadeiro Orçamento!

C) Escolha no máximo 4 categorias para controlar

Com o tempo, a atividade de controlar gastos e despesas é algo que acabamos por nos acostumar a fazer. Assim, comece com apenas 4 categorias que serão planejadas e controladas. Por exemplo:

1. Gastos com Supermercado
2. Gastos com Saúde
3. Gastos com Educação
4. Gastos com Lazer

As categorias certas para você serão aquelas nas quais existam os maiores gastos, os mais relevantes, e isso vai variar de pessoa para pessoa.

Achou 4 categorias algo muito avançado! Não se preocupe, inicie com 3, ou até 2. E vá aumentando com o tempo, à medida que você se acostume a orçar e controlar cada uma delas.

 
Caso queira comentar este e outros textos, por favor, encaminhe uma mensagem para contato@minhaseconomias.com.br