Provavelmente muitos já sabem que o cartão de crédito pode ser o “vilão” ou o “mocinho” de das finanças pessoais: depende da maneira que você o utiliza.

Vamos dar mais um exemplo de como usá-lo a seu favor.

O pagamento da fatura do cartão de crédito ocorre uma vez por mês, em uma data que pode ser escolhida por você. Deste modo, você pode utilizá-lo para “regular” o seu fluxo de caixa. Como?

Bem, muitas pessoas conseguem ser disciplinadas e não gastam mais do que ganham. Mas mesmo assim, durante o mês, pequenas “faltas” de dinheiro podem ocorrer. Por exemplo, você pode gastar um pouco mais este mês e economizar no próximo. Neste caso, se este gasto não for parcelado, você terá que usar o dinheiro de algum investimento ou usar o cheque especial para isso.

A alternativa então é usar o cartão de crédito. Com ele, você somente realizará o pagamento na data da fatura do cartão. E se esta data for escolhida como sendo logo após a data do recebimento do seu salário, não é preciso recorrer a nenhum “empréstimo” de curto prazo, como o cheque especial.

Mesmo que você não tenha as pequenas “faltas” de dinheiro descritas acima, ainda assim é possível utilizar o cartão a seu favor. O dinheiro que você usaria para pagar as despesas diárias (supermercado, gasolina, transporte, lazer, etc.) não precisa ficar disponível em usa conta corrente. Ele pode ficar investido, por pelo menos um mês, até a data de pagamento da fatura!

Resumindo: não tenha medo de usar o cartão de crédito. Mas use-o com inteligência e aproveite todas as suas vantagens.