Com os aumentos da taxa Selic a partir de abril/2013, as taxas de juros de financiamentos imobiliários também passaram a subir. Nos financiamentos realizados a taxas de mercado (modalidade SFI), a taxa média passou de 12% em maio/2013 para próximo de 14% ao ano em dezembro/2013.Neste mesmo período, a taxa média na modalidade SFH – Sistema Financeiro de Habitação (taxas reguladas) passou de 7,07% para 7,90% ao ano.

Fonte de dados: Banco Central do Brasil

Em relação às concessões (novas operações) de financiamento imobiliário, na modalidade SFI, o volume mensal passou de R$ 1,68 bilhões em maio/2013 para R$ 1,27 bilhões em dezembro/2013, o que representa uma queda de 24,6% no período. Já na modalidade SFH, o volume de concessões passou de R$ 9,75 bilhões para R$ 9,95 bilhões ao mês neste mesmo período, um aumento de apenas 1,99%. Em relação ao volume total (SFI + SFH), as concessões passaram de R$ 11,44 bilhões para R$ 11,22 bilhões, uma queda de 1,93% no período de maio a dezembro/2013.


Fonte de dados: Banco Central do Brasil

A seguir, apresentamos os gráficos de evolução das taxas médias mensais pré e pós-fixadas das principais instituições financeiras de cada modalidade (SFH e SFI).

 

1. Taxas pós-fixadas – Sistema Financeiro de Habitação (SFH)


Fonte de dados: Banco Central do Brasil

 

2. Taxas prefixadas – Sistema Financeiro de Habitação (SFH)


Fonte de dados: Banco Central do Brasil

 

3. Taxas pós-fixadas – Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI)


Fonte de dados: Banco Central do Brasil

 

4. Taxas prefixadas – Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI)


Fonte de dados: Banco Central do Brasil

 

Caso queira comentar este ou outros textos, por favor, encaminhe uma mensagem para contato@minhaseconomias.com.br .