Todo mundo sonha em se aposentar o mais rápido possível e com uma boa reserva para curtir a vida sem “fazer nada”! Já se imaginou conquistando a aposentadoria aos 50 anos ou mesmo antes disso? Tenho a certeza que sim. Mas será que seria realmente algo bom parar de trabalhar muito cedo na vida? Talvez não.

Não queremos aqui desencorajar ninguém a buscar a aposentadoria o quanto antes. Na verdade, o ideal é ter como objetivo buscar acumular uma reserva financeira que lhe dê a opção de até parar de trabalhar e viver de renda. Mas é uma OPÇÃO: ou seja, não coloque como meta final apenas ficar de “pernas para o ar”.

Mas por que esta pequena mudança de atitude pode fazer uma grande diferença? Vamos ver alguns riscos que existem se você simplesmente parar de trabalhar.

1. Você pode ficar sem dinheiro.

Ao se preparar para a aposentadoria você tem que fazer um planejamento e definir algumas premissas básicas, por exemplo, quanto tempo você irá viver e qual será o seu gasto mensal futuro. Com isso é possível calcular o quanto de dinheiro acumulado você deverá ter.

aposentar_cedo_interior

Mas e se você errar nestas premissas? E se você, daqui a 20 anos, achar que vai viver muito mais que imaginou? Ou se quiser ter um nível de vida melhor do que havia planejado ou tiver gastos de saúde maiores?

Se você alterar estas premissas depois de já ter parado de trabalhar …. provavelmente terá voltar a trabalhar novamente! Mas quanto mais tempo você ficar fora do mercado de trabalho, mais difícil será para conseguir um emprego de volta.

2. A convivência diminui.

Pode fazer as contas, provavelmente você passa mais tempo com seus colegas de trabalho do que com sua família. Apesar do ambiente de trabalho não ser exatamente um clube de lazer, ele certamente representa um importante papel em sua vida social.

Ao sair deste círculo de pessoas, você deveria procurar outros grupos: o do esporte, das atividades culturais e voluntárias, etc. E isso poderá ser mais ou menos fácil, dependendo do perfil de cada um.

3. Você perde o seu ‘status’.

No mundo em que vivemos, somos avaliados e respeitados muito mais pelo cargo e empresa em que trabalhamos do que pelo caráter que temos. É muito comum sermos apresentados para alguém da seguinte maneira: “Este é o fulano de tal, ele é Gerente na empresa XPTO”.

Ao parar de trabalhar, você será o ‘aposentado’! Nada contra isso, mas é que algumas pessoas podem sentir bastante esta perda de ‘status’.