Uma pesquisa americana, patrocinada pela instituição financeira Charles Schwab, perguntou às pessoas se elas preferiam perder 15 libras hoje (cerca de 7 quilos) ou se preferiam aumentar o seu plano de previdência em 15%. A maioria das pessoas preferiu a opção de melhorar financeiramente a sua aposentadoria! Estariam todos certos?

“Cerca de 35% dos participantes da pesquisa não estavam dispostos a sacrificar a sua qualidade de vida atual, através de algum tipo de regime alimentar e mais exercícios. Ao invés disto, eles preferiam guardar mais dinheiro para o futuro.”

Em uma análise inicial, a perda de peso nada tem a ver com a nossa saúde financeira na velhice. Mas, pensando bem, a nossa real saúde tem um impacto enorme em nossa aposentadoria. Afinal, um dos maiores gastos que teremos ao ficarmos mais velhos será com cuidados médicos.

Estudos, também americanos, estimam que um casal de aposentados de 65 anos necessita de cerca de 220.000 dólares para cobrir os gastos médicos durante a sua velhice.

aposentadoria_semguardar_interior

Outro estudo da empresa Mercer revela que os gastos de saúde representam, em média, cerca de 30% da renda dos aposentados, para aqueles que ganham cerca de R$ 5.000 mensais.

Mas, como diminuir este valor? Quanto melhor a sua saúde hoje, menos complicações você terá no futuro. As chances serão menores de você ter doenças graves ou crônicas, que exigem remédios, médicos e internações mais caras.

Além disso, o processo de melhorar a sua saúde não é algo de curto prazo. É uma atividade que deve ser iniciada o mais rápido possível, pois neste caso os efeitos (benéficos ou maléficos) virão somente com o tempo. É mais ou menos como o efeito dos juros compostos: quanto maior o tempo, mais os resultados se multiplicarão.

Ter um bom plano de saúde é algo que também ajuda nestes casos. Entretanto, lembre-se que muitos procedimentos podem não estar cobertos, representando gastos extras. E, mais do que isto, há todo o ‘gasto’ de tempo e energia quando se tem algum problema mais sério.

Nestes tempos de crise, sabemos que está cada vez mais difícil conseguir poupar ainda mais. Se este é o seu caso, tente outras alternativas! Invista em sua saúde, em uma alimentação mais balanceada, em mais caminhadas. Como vimos aqui, isso pode fazer com que você precise de muito menos dinheiro no futuro para ter uma vida digna!