Link da publicação Publicado em Junho de 2010

Na semana passada o blog Minhas Economias, abordou a Educação Financeira nas escolas públicas. O texto foi escrito por Cássia D’Aquino, que coordena um excelente programa de educação financeira em várias escolas espalhadas pelo Brasil.

Sabemos que nas escolas públicas estão concentradas em sua grande maioria alunos das classes menos favorecidas da sociedade e são esses alunos que mais necessitam ter acesso a esse tipo de informação.

O texto relata o esforço de uma professora com seus alunos da primeira série, ela propôs que as crianças criassem uma poupança comum a todos, o dinheiro seria utilizado conforme a escolha definida por todos, então alguém sugeriu e todos apoiaram a idéia de irem ao Mac Donald’s.

“Para crianças de classe média pareceria absurdo que fosse esse o desejo mais acalentado daqueles alunos. Afinal, há, e como há, crianças acostumadas a exigir dos pais consumos deste tipo, assumindo que obtê-los, sem demora, é parte do direito natural que cabe aos filhos. E os pais nem se apercebem do poço de ingratidão e desamor que ajudam a cavar mimando os filhos”, cita Cássia em seu texto.

Precisamos concordar com a autora que diz que a solução para muitos problemas da população está na educação, os alunos da professora continuaram se esforçando para poupar suas pequenas economias.

Podemos aprender com essa situação que quando as crianças recebem orientações como as dessa tão empenhada professora, passam a ter uma idéia mais concreta sobre o dinheiro e começam a valorizá-lo de uma maneira especial. O ideal seria que todas as crianças pudessem aprender a pensar no seu futuro, descobrindo que administrar de forma consciente o dinheiro é uma atitude que pode impactar em suas vidas para sempre.