Em julho, as aplicações de até R$ 1 mil representaram 54,06% das vendas, participação recorde desta faixa no Tesouro Direto. O estoque de recursos já atinge R$ 47,3 bilhões e o número de investidores cadastrados totaliza 1.539.936, dos quais 520.624 são ativos.

As aplicações somaram R$ 1,38 bi no mês e R$ 13,15 bi no ano. Já os resgates totalizaram R$ 1,06 bilhões no mês e R$ 9,4 bi no ano. O NTN-B Principal é o título com maior volume em estoque, representando 49,68% do total, seguido da LFT com 20,71% e LTN com 14,43%.

 

Vendas líquidas em julho totalizaram R$ 316 milhões

As vendas líquidas representam o total de vendas menos o total de resgates (recompras + vencimentos). Nos sete primeiros meses de 2017, as vendas líquidas totalizaram R$ 3,8 bilhões, contra R$ 6,2 bi para o mesmo período de 2016, uma queda de 38,8%. Quanto à média mensal de vendas líquidas, estes sete meses de 2017 apresentam valor de R$ 540 milhões, contra 952 milhões em 2016 e R$ 645 milhões em 2015.

 

Tesouro direto – Vendas líquidas jul-17

Tesouro direto – Vendas líquidas jul-17

 

Tesouro IPCA+ (NTN-B Principal) é o título mais negociado

O Tesouro IPCA+ (NTN-B Principal) é, de longe, o título que tem recebido maior volume de aplicações nos últimos 6 anos. Em 2016, chegou a 47,84% das vendas do ano , mas acabou caindo para cerca de 36% nestes 7 meses de 2017. Em seguida, com participação crescente, aparece o Tesouro Selic (LFT) com 35,8% das vendas no ano. Já o Tesouro Prefixado teve um incremento, passando de uma média de 14,6% do volume total vendido em 2016 para 18,4% em 2017.

 

Tesouro direto – Vendas por título jul-17

Tesouro direto – Vendas por título jul-17

 

Prazo de 5 a 10 anos passa a ser o mais procurado em 2017

No acumulado de janeiro a julho de 2017, quase 69% das vendas de títulos foram daqueles com prazo entre 5 e 10 anos e 15,85% foram daqueles com prazo entre 1 e 5 anos. Com a inexistência de oferta de títulos de curto prazo (até 1 ano), não ocorrem negócios com os papéis mais curtos desde março de 2012. Para se ter uma ideia, em 2007, os títulos com vencimento em até 1 ano representavam 12,7% das vendas.

 

Tesouro direto – Vendas por prazo jul-17

Tesouro direto – Vendas por prazo jul-17

 

Maioria das operações tem valor inferior a R$ 1 mil

As operações com valores inferiores a R$ 1 mil têm aumentado bastante, passando de 23,9% das operações em 2009 para 47,17% em 2017, evidenciando a participação cada vez maior de investidores com menos recursos. Por outro lado, operações com valores entre R$ 10.000 e R$ 50.000 participam com apenas 13,17% (chegou a ser de 21,67% em 2010). Já as operações entre R$ 500 mil e R$ 1 milhão respondem por apenas 0,15% das transações.

 

Tesouro direto – Faixa de aplicação jul-17

Tesouro direto – Faixa de aplicação jul-17

 

194 mil operações no mês

2016 já havia sido ótimo para o Tesouro Direto, quando contabilizou média mensal de 145.554 operações. Neste ano, o Tesouro Direto alcança média mensal de 178.765 operações, 22,8% acima da média de 2016.

Já o valor médio das operações em 2017 está em R$ 10.508,43, abaixo do valor médio de 2016 (R$ 10.900) e ambos abaixo do valor médio de 2006, o que também ajuda a evidenciar a participação cada vez maior de pequenos investidores no Tesouro Direto.

 

Tesouro direto – Operações jul-17

Tesouro direto – Operações jul-17

 

Estoque total atinge R$ 47,3 bilhões

Em julho, o estoque já cresceu 15,3% em relação a dezembro de 2016, atingindo R$ 47,3 bilhões. Em 2016, o estoque do Tesouro Direto teve um grande salto de 60,5%, passando de R$ 25,58 bi em dez/15 para R$ 41,05 bi.

 

Tesouro direto – Estoque total jul-17

Tesouro direto – Estoque total jul-17

 

Tesouro IPCA+ (NTN-B Principal) representa quase 50% do estoque total

Dos R$ 47,3 bi em estoque, 49,68% são de NTN-B Principal e 20,71% são de LFT (Tesouro Selic). Em seguida, aparece o Tesouro Prefixado (LTN) com 14,43% e o Tesouro IPCA+ (NTN-B com juros semestrais) com 13,02% de participação.

 

Tesouro direto – Estoque por título jul-17

Tesouro direto – Estoque por título jul-17

 

Número de investidores cadastrados é de 1,54 milhão

Em julho, 54.698 novos investidores se cadastraram no Tesouro Direto, elevando a quantidade de investidores cadastrados para 1.539.936, o que representa um aumento de 3,7% em relação ao mês anterior.

 

Tesouro direto – Investidores cadastrados jul-17

Tesouro direto – Investidores cadastrados jul-17

 

Número de investidores ativos ultrapassa 520 mil

Quanto ao número de investidores ativos, julho de 2017 registrou 520.624 contra 507.654 no mês anterior, o que representa um incremento de 2,55%.

 

Tesouro direto – Investidores ativos jul-17

Tesouro direto – Investidores ativos jul-17