Em janeiro, o Tesouro Direto registrou o recorde histórico de negociações de vendas com 221.316 operações realizadas e chegando a um volume próximo de R$ 2,5 bilhões. O número de investidores cadastrados se aproxima de 1,2 milhões, sendo que 423 mil são ativos (possuem investimentos). Para comparação, no final de 2015, haviam 624 mil investidores cadastrados, dos quais 234 mil eram ativos.

Em relação ao estoque, o Tesouro Direto já conta com R$ 41,7 bilhões e continua a crescer de forma acelerada com um volume cada vez maior de vendas. As aplicações com valores de até R$ 1 mil representam mais de 45% dos negócios, evidenciando uma participação cada vez maior de pequenos investidores. Uma grande parcela destes recursos certamente veio da poupança, que perdeu mais de R$ 40 bilhões no ano passado.

 

Vendas líquidas em janeiro foram 75% menores do que em dez/16

As vendas líquidas representam o total de vendas menos o total de resgates (recompras + vencimentos). 2016 registrou um recorde de R$ 11,4 bilhões, um aumento de 47,6% em relação a 2015. No entanto, neste início de ano, este valor (R$ 268,4 milhões) acabou sendo o mais baixo desde mai/15, quando houve resgate líquido de R$ 577,8 milhões. Em relação à média mensal de 2016, janeiro ficou 71,8% abaixo.

 

Tesouro direto – Vendas líquidas jan-17

Tesouro direto – Vendas líquidas jan-17

 

Tesouro IPCA+ (NTN-B Principal) é o título mais negociado

O Tesouro IPCA+ (NTN-B Principal) é, de longe, o título que recebe maior volume de investimentos, com cerca de 48% das vendas realizadas em 2016, mas caindo para cerca de 42% agora em janeiro. Em seguida, aparece o Tesouro Selic (LFT) com 25,7% das vendas no mês. Já o Tesouro Prefixado teve um incremento nas vendas, passando de uma média de 14,6% do volume total vendido em 2016 para 22,8% neste mês de janeiro.

 

Tesouro direto – Vendas por título jan-17

Tesouro direto – Vendas por título jan-17

 

Prazo de 1 a 5 anos é o mais procurado

Neste início de 2017, 52,9% das vendas de títulos foram daqueles com prazo entre 1 e 5 anos e 47,09% foram daqueles com prazo acima de 5 anos, contra 44,34% em 2016. Com a inexistência de oferta de títulos de curto prazo (até 1 ano), não ocorrem negócios com os papéis mais curtos desde março de 2012. Para se ter uma ideia, em 2007, os títulos com vencimento até 1 ano representavam 12,7% das vendas.

 

Tesouro direto – Vendas por prazo jan-17

Tesouro direto – Vendas por prazo jan-17

 

Maioria das operações tem valor inferior a R$ 1 mil

As operações com valores inferiores a R$ 1 mil têm aumentado bastante, passando de 23,9% das operações em 2009 para 45,54% em jan/17, evidenciando a participação cada vez maior de pequenos poupadores. Por outro lado, operações com valores entre R$ 10.000 e R$ 50.000 participam com apenas 14,04% (chegou a ser de 21,67% em 2010). Já as operações entre R$ 500 mil e R$ 1 milhão respondem por apenas 0,14% das transações.

 

Tesouro direto – Faixa de aplicação jan-17

Tesouro direto – Faixa de aplicação jan-17

 

Recorde mensal de 221 mil operações em janeiro

2016 já havia sido ótimo para o Tesouro Direto, quando contabilizou média mensal de 145.554 operações em 2016. Em janeiro, o Tesouro Direto registrou novo recorde de operações liquidadas, com 221.316 operações, 18% acima do recorde anterior de dez/16, com 187.270 operações.

Já o valor médio das operações em 2016 ficou em R$ 10.900, valor mais baixo desde 2005, o que também ajuda a evidenciar a participação cada vez maior de pequenos investidores no Tesouro Direto.

 

Tesouro direto – Operações jan-17

Tesouro direto – Operações jan-17

 

Estoque total atinge R$ 41,7 bilhões

Em janeiro, o estoque já cresceu 1,6% em relação a dezembro de 2016, atingindo R$ 41,7 bilhões. Em 2016, o estoque do Tesouro Direto teve um grande salto de 60,5%, passando de R$ 25,6 bi em dez/15 para R$ 41,1 bi.

 

Tesouro direto – Estoque total jan-17

Tesouro direto – Estoque total jan-17

 

Tesouro IPCA+ (NTN-B Principal) representa quase 50% do estoque total

Dos R$ 41,7 bi em estoque, 49,82% são de NTN-B Principal e 20,62% são de LFT (Tesouro Selic). Em seguida, aparece o Tesouro IPCA+ (NTN-B com juros semestrais) com 13,81% de participação e o Tesouro Prefixado (LTN) com 13,24%.

 

Tesouro direto – Estoque por título jan-17

Tesouro direto – Estoque por título jan-17

 

Número de investidores cadastrados é de 1,2 milhão

Em janeiro, 72,591 novos investidores se cadastraram no Tesouro Direto, elevando a quantidade de investidores cadastrados para 1.198.803.

 

Tesouro direto – Investidores cadastrados jan-17

Tesouro direto – Investidores cadastrados jan-17

 

Número de investidores ativos ultrapassa 420 mil

Quanto ao número de investidores ativos, janeiro de 2017 registrou 423.431 contra 401.799 no mês anterior, o que representa um incremento de 5,4%.

 

Tesouro direto – Investidores ativos jan-17

Tesouro direto – Investidores ativos jan-17