A grande vantagem é que esta decisão pode lhe proporcionar o usufruto de sua casa própria já (e provavelmente lhe livrará das despesas de aluguel) pagando uma mensalidade que caiba no seu bolso. Por outro lado, você deve saber que estará assumindo um compromisso de longo … muito longo prazo.

Você consegue imaginar o que estará fazendo ou como estará a sua vida em 30 anos? Bem, imaginar como será o futuro depois de tantos anos é um desafio até para os mais renomados futurólogos da nossa era.

 

30 anos para financiar o imóvel: vale a pena?

30 anos para financiar o imóvel: vale a pena?

 

Por isso, caso venha a adquirir um financiamento como este, é preciso estar ciente de todas as implicações deste compromisso. Para lhe ajudar, aqui vão 3 dicas que não devem nunca ser deixadas de lado:

– É imprescindível que você já tenha ou seja capaz de construir, no curto prazo, uma reserva para imprevistos. Isto lhe possibilitará continuar pagando as mensalidades mesmo que a sua renda mensal sofra alguma redução. Fazer um orçamento é uma excelente maneira de alcançar este objetivo.

Compare e negocie os juros cobrados pelo financiamento. Pequenos percentuais podem significar enormes montantes de dinheiro em prazos muitos longos como esse.

Não deixe de ler e entender cada linha do seu contrato! Por exemplo, analise qual será a multa por atrasos e o que pode acontecer em caso de inadimplência (o seu imóvel pode ser tomado de você?). Saiba também qual o índice para a correção das mensalidades (se houver) e qual será o tratamento em caso de adiantamento das parcelas.