Para quem gosta de sempre pesquisar o melhor preço e alternativas na hora de comprar o seu carro, com certeza já se deparou com a questão: “Será que vale a pena comprar um carro em leilão?” Afinal, a economia irá ajudar muito a melhorar o seu orçamento doméstico!

E esta é uma pergunta extremamente válida. O preço dos carros nos leilões costumam ser bem mais em conta que um carro usado comprado em uma loja ou mesmo diretamente de um “particular”. Mas como tudo na vida, quanto maior a vantagem, maior o risco.

Um dos grandes riscos no caso dos leilões de carro está no fato de que, na grande maioria dos casos, não é possível testar o seu motor ou câmbio. Ou seja, você não pode dar aquela famosa “voltinha” para checar como o carro anda, nem sequer dar uma ligada no automóvel. Você pode avaliar o carro externamente, mas não vai ter a certeza de que o motor não tem nenhum barulho estranho ou se foi “vítima” de alguma enchente.

A primeira vista pode parecer algum tipo de má fé da empresa de leilão, mas a justificativa é de que a quantidade de carros a serem leiloados é muito grande e não há como deixar as chaves disponíveis, nem alguém para supervisionar ou prestar algum esclarecimento mais particular, a um potencial comprador. Isto é possível em uma loja, e é por isso que lá os preços acabam sendo mais altos.

Além disso disso, não há garantia de que o carro esteja “limpo” do ponto de vista de débitos com IPVA ou multas. Algumas empresas fazem uma checagem inicial, mas somente como mera informação. Ao aceitar a compra, você também aceita a responsabilidade sobre o pagamento destes itens extras.

Para minimizar estes riscos, algumas dicas podem ser úteis:

– Se você não tem muito conhecimento sobre carros, leve um mecânico de confiança junto com você. Ele poderá avaliar, pelo menos de uma maneira mais precisa que você, se o carro tem maior ou menor chance de ter algum problema, mesmo sem ouvir o “ronco” do motor.

– Fuja das lotes de leilões de seguradoras, pois há maior chance dos automóveis serem batidos ou possuírem algum problema grave de funcionamento.

– Leilões de financeiras podem ter um menor risco, já que geralmente ofertam carros que foram “confiscados” por falta de pagamento. Mas lembre-se que isto é só uma probabilidade … novamente, não há nenhuma garantia de negócio perfeito ou vantajoso.

– Da mesma forma, e com a mesma ressalva quanto ao risco, leilões de grande empresas que fazem renovação de veículos da frota podem ter uma probabilidade de problemas menor.

Boa Sorte nos negócios!