Dívidas

Cartão de crédito - Pagamento mínimo x parcelamento

Cartão de crédito: é melhor fazer o pagamento mínimo ou parcelar a fatura?

Obviamente, o melhor mesmo é pagar a fatura de forma integral e sem atraso. Para quem não tem dinheiro suficiente para isso, a melhor alternativa é obter um empréstimo com baixa taxa de juros, como crédito consignado, por exemplo, e quitar a fatura. No entanto, para quem não tem muitas opções de crédito e está com o orçamento curto, aceitar a proposta de parcelamento oferecida pelo cartão pode sim ser uma saída melhor do que realizar o pagamento minimo. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
Alta taxas de juros de empréstimos

Taxas de juros de cheque especial e de crédito pessoal atingem níveis recordes

Com as sucessivas elevações da Taxa Selic a partir de abril de 2013, as taxas de juros de diversas modalidades de empréstimos passaram a subir também. O maior destaque foi a taxa de juros do cheque especial, a qual segundo dados divulgados pelo Banco Central do Brasil, passou de 136,82% ao ano em abr/2013 para 200,63% em dez/14. Esta é a maior taxa desde fev/1999, quando ela atingiu 204,34% ao ano. Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
juros menores

3 Dicas para lidar com Juros Altos de Empréstimos

Possuir um empréstimo ou financiamento já contratado, mas não ter nenhuma perspectiva de conseguir quitá-lo no curto prazo, não é das situações mais agradáveis do mundo. Pior ainda se os juros forem altos. Porém, não desista. Sempre há uma possibilidade de economia! O negócio é tentar ao menos buscar alternativas de juros e taxas menores. Pode dar um pouco de trabalho, mas isso vai lhe dar um retorno que realmente irá valer a pena!

Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
taxa_veiculo

Taxas de financiamento de veículos sobem

Com as seguidas altas da Taxa Selic a partir de abril de 2013 até abril de 2014, as taxas de juros das diversas modalidades de crédito também subiram, dentre elas as de financiamento de veículos para pessoas físicas. De acordo com os dados do Banco Central, a taxa média desta modalidade de empréstimo foi de 19,92% ao ano em abril de 2013 para 22,99% em maio de 2014. Não parece muita coisa, mas este aumento de taxa fará uma boa diferença no bolso de quem for financiar a compra do carro Continue lendo…

Compartilhe este artigo: 
x
Assine nossa Newsletter

Digite o seu email e mantenha-se informado,