O seu cartão de crédito lhe dá milhas ou pontos fidelidade de acordo com seus gastos? Excelente! Esta é uma das grandes vantagens do cartão e uma prova de que este “dinheiro de plástico” pode sim colaborar com nossa vida financeira. Mas, cuidado para não cair em tentação e passar a usá-lo de maneira errada.

Para que você realmente usufrua da pontuação de seu cartão da melhor maneira possível, sem contraindicações, siga sempre as seguintes regras de ouro!

1. Nunca parcele a fatura do cartão. Pague sempre 100%!

As recentes regras de parcelamento definidas pelo governo foram sim benéficas, mas os juros dos cartões ainda estão entre os mais caros produtos financeiros que você irá encontrar.

Por isso, se o seu orçamento não permitir, não aumente os gastos com o seu cartão somente para ganhar mais pontos! Pode parecer um ‘ganho’ fácil, mas com certeza isso não irá compensar os juros que serão cobrados de você em caso de pagamento de somente uma parte da fatura.

2. Analise e compare a tarifa anual cobrada do cartão: as vezes o barato sai caro.

Normalmente escolhemos aquele cartão de crédito que cobra a menor taxa anual. Se possível, que não cobre nada. Não deixe de seguir esta estratégia, mas também não se esqueça de comparar os benefícios oferecidos.

Por exemplo: um cartão pode lhe cobrar uma taxa anual, porém oferecer uma melhor bonificação de milhas ou pontos por cada real gasto. Faça as contas pois no final pode ser mais vantajoso pagar a taxa e ficar com as milhas adicionais.

3. Consulte sempre os seus pontos ou milhas e avalie o prazo de validade.

Descobrir depois de algum tempo que grande parte de sua pontuação acumulada está expirada é uma sensação que não desejo nem ao meu inimigo.

fidelidade_cartao_interior

Leia sempre as regras do seu plano de fidelidade, particularmente as cláusulas referentes à validade de seus pontos ou milhas. Muitos programas também lhe avisam quando há pontos a expirar no curto prazo. Fique atento!

4. Não cancele o cartão sem antes resgatar os pontos.

Outro erro comum é esquecer de realizar todo o resgate de pontos no caso de cancelamento do cartão.

Alguns cartões associados a empresas aéreas já fazem este resgate automaticamente, evitando este tipo de problema. Mas na maioria dos casos é você que tem que realizar esta operação.

5. Não pague a fatura em atraso.

Esta é muito parecida com a primeira dica. Seja por esquecimento ou falta de dinheiro, acabamos perdendo a data de pagamento.

Neste caso, mesmo pagando apenas alguns dias depois, há multa e juros que não são baixos. E isso irá tirar toda a vantagem que você conquistou com a pontuação do plano de fidelidade.