Continuando com a publicação de artigos e textos disponibilizados pelo Banco Central do Brasil (com a devida autorização), reproduzimos agora a 2a parte da cartilha “Dinheiro no Brasil”, que explica de forma clara e educativa a história do surgimento do dinheiro em nosso país.

Para ler a 1a parte da cartilha, clique AQUI .

Boa Leitura !!

“Cara ou coroa”
Em 1727, foram cunhadas as primeiras moedas no Brasil com a figura do rei numa das faces e com as armas da Coroa Portuguesa na outra. Essas moedas deram origem à expressão popular “cara ou coroa” e ficaram conhecidas como série dos escudos.
cara_coroa

O controle da extração do ouro
As casas de fundição foram criadas para controlar a exploração do ouro e a cobrança de impostos. Os mineradores eram obrigados a entregar todo o ouro extraído a essas casas, onde 20% eram retirados para pagar o imposto denominado “quinto”. O restante era devolvido em forma de barras fundidas acompanhadas de um certificado que legitimava sua posse.
extracao_ouro

Moedas de prata para as minas.
Para facilitar o comércio na região das minas, onde os preços eram estabelecidos em função do preço do ouro (1.200 réis para cada 3,586g de ouro), foram cunhadas moedas em prata nos
valores de 600, 300, 150 e 75 réis. Para diferenciá-las da série das patacas, devido à proximidade dos valores, foi gravada na nova série a inicial do nome do rei D. José I. Ficaram conhecidas como série “J”.
moedas_prata

Nas faces da moeda, as fases da vida de uma rainha
As moedas de ouro cunhadas durante o reinado de D. Maria I registraram diferentes momentos da vida da rainha. De 1777 a 1786, apareceu retratada ao lado de seu marido, D. Pedro III. Após a morte do esposo, foi retratada sozinha, portando véu de viúva. A partir de 1789, terminado o luto, passou a ser representada com um toucado ornado de jóias e fitas.
rainha

A criação do Banco do Brasil
Devido à queda na produção de ouro e ao crescimento dos gastos com a implantação da administração no Rio de Janeiro, a quantidade de moedas em circulação tornou-se insuficiente. Assim, em 1808, D. João VI criou o Banco do Brasil, o primeiro banco da América do Sul e o quarto do mundo. Em 1810, foram emitidos os primeiros bilhetes do Banco, precursores das cédulas atuais.

As primeiras moedas comemorativas
A elevação do Brasil à categoria de Reino Unido, em 1815, foi comemorada com a cunhagem de uma série especial de moedas. As peças em ouro, prata e cobre traziam gravada a legenda “Joannes. D. G. Port. Bras. Et. Alg. P. Reg.” – “João, por graça de Deus, Príncipe Regente de Portugal, Brasil e Algarves”.
comemor

Não perca nossos próximos posts com a continuação da história do “Dinheiro no Brasil”!

Fontes

________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Texto extraído da cartilha “Dinheiro no Brasil, 2ª. Ed. 2004″ . Clique AQUI para acessar a cartilha original.

Conheça mais sobre o programa de Educação Financeira do Banco Central do Brasil através do link http://www.bcb.gov.br/?PEF-BC.