“Vamos aproveitar que está barato agora e comprar uma lavadora de roupas nova. O governo abaixou a alíquota de IPI!”. Ouvi esta frase de minha mulher há alguns dias e resolvi pesquisar um pouco sobre o assunto. Não vou entrar no mérito de discutir se essa iniciativa é válida ou não para amenizar a crise, mas sim discutir se vale a pena para o consumidor comprar carros e produtos da linha branca por conta da redução temporária das alíquotas de IPI.

Vale a pena comprar com IPI reduzido?

Uma pesquisa feita pela FGV e publicada pela Folha de São Paulo em 29/06/09 argumenta que em muitos casos a redução da alíquota de IPI não foi totalmente repassada aos consumidores. No caso das lavadoras de roupas, a alíquota de IPI passou de 20% para 10% e os preços finais baixaram em média 4,62%. No caso dos fogões, a alíquota de IPI passou de 5% para 0%, e os preços baixaram apenas 0,97%.

Bom, um dia destes passei em uma loja de eletrodomésticos e fui ver como era a máquina que minha mulher tanto queria. Para minha surpresa, a tal máquina só poderia ser entregue em 30 dias. Passei em outra loja e o prazo de entrega era praticamente o mesmo. A demanda era tanta que acabou com o estoque do produto.

Isso deve explicar em parte o porquê dos preços não terem baixado tanto quanto a alíquota de IPI. Com a demanda muito maior do que a oferta, não há porque baixar tanto o preço. É certo que os demais custos destes produtos não diminuíram, mas certamente o vendedor não oferece descontos significativos quando há uma grande procura pela mercadoria.

De minha parte, resolvi que deixarei meu dinheiro investido e só comprarei a nova lavadora de roupas à vista quando esta quebrar de vez. Mesmo aplicando o dinheiro na poupança, terei ao menos 6,17% a mais em um ano e depois que todos comprarem suas novas máquinas, os vendedores voltarão a dar bons descontos frente a uma demanda menor por seus produtos.

Para os que estão pensando em aproveitar a “pechincha” e comprar a prazo algo que realmente não estão precisando no momento, reflitam um pouco sobre a sua decisão de compra. Não comprar pode ser ruim para a manutenção dos empregos e para o lucro da indústria de linha branca, mas poderá fazer um bem enorme ao seu bolso…