Em 1950 a OMS (Organização Mundial da Saúde) criava o Dia Mundial da Saúde com o objetivo de comemorar a data de sua própria criação (em 7 de abril de 1948), mas também para estimular uma maior conscientização sobre este assunto tão importante.

Saúde pública é um tema muito sério e complexo. Envolve políticas e ações governamentais que vão muito além da simples criação de hospitais e postos de saúde ou da formação de médicos (apesar de que, por si só, estes temas já são grandes desafios a serem superados). Ela deve influenciar e é influenciada por questões como habitação, saneamento básico, transporte e equidade social, entre muitos outros.

Mas além do esforço público, é essencial que cada indivíduo assuma a responsabilidade pela sua própria saúde. Além dos benefícios diretos, seu bolso também vai lhe agradecer. Aqui vão algumas dicas e fatos sobre a saúde e a sua educação financeira:

  • cuidar da saúde é como fazer uma poupança ou um controle financeiro: deve-se começar o quanto antes e seus efeitos serão sentidos no médio e longo prazo. Deixar para cuidar da saúde somente na velhice é a mesma coisa começar a juntar dinheiro para a aposentadoria aos 60 anos.
  • o cuidado com sua saúde irá se refletir diretamente nos seus gastos médicos. Mas ele também está totalmente associado à sua geração de renda: lembre-se que se você estiver doente ou em más condições de saúde, seu rendimento no trabalho será prejudicado, ou pior, você talvez nem consiga trabalhar.
  • planos de saúde são importantes não só para cobrir as despesas normais com consultas médicas, mas principalmente para cobrir despesas com imprevistos, como uma internação mais longa. Mas não deixe de entender muito bem o que está coberto pelo seu plano. E se possível, tenha uma reserva para eventuais despesas que não são cobertas, como remédios e determinados procedimento médicos.
  • menos saúde implica em mais gastos com remédios e médicos. Gastos extras de R$ 150,00 mensais significam quase de R$ 11.000,00 em 5 anos (taxa de 0,5% ao mês)! Isto sem falar em todo o tempo perdido com as consultas e exames.

Reflita sobre o tema, e não se esqueça de aproveitar a vida com alegria. Afinal, a felicidade é tanto reflexo como geradora de saúde!