Não queremos fazer plágio nem propaganda gratuita da empresa que prega o ‘desapego’, mas a ideia não é ruim! A nossa Vida Financeira (e talvez até a emocional … mas não vamos entrar neste detalhe) pode melhorar a partir do momento que passamos a nos desapegar de uma séria de coisas. Inicialmente você vai se sentir meio que abandonado, sem rumo. Mas não desista e veja algumas dicas a seguir.

Mude suas crenças.
Passamos grande parte de nossa vida acreditando que para sermos felizes é necessário uma série de coisas. Conquistar um bom emprego, ter bastante dinheiro, poder desfrutar da vida em bons restaurantes, viajar e conhecer o mundo se hospedando em hotéis de primeira classe.

compre_menos_interior

Bem, tudo isso é muito bom mesmo! Mas isto não significa que nossa vida será miserável se não ‘possuirmos’ ou alcançarmos todos estes desejos. Para viver a vida é preciso muito menos do que nos é ‘vendido’ nos comerciais de televisão.

Não estamos pregando aqui que você deva parar de sonhar! Mas apenas calibre melhor suas expectativas e não se torne dependente de seus desejos. E lembre-se, crenças antigas são só crenças antigas. Podemos mudá-las a qualquer momento.

Identifique se você tem um problema com apego.
Existe algo com o qual você tem um apego profundo? Pode ser uma necessidade de sempre ter carros novos, ou vários sapatos e roupas novas e diferentes. Ou uma necessidade de sempre estar lugares caros, como restaurantes e bares ‘da moda’.

Tente perceber estes tipos de comportamentos. Não é preciso tentar mudar de atitude repentinamente. Apenas reconheça que você tem alguns tipos de ‘apegos’ e tente entender se eles estão em um nível normal ou não. De preferência, busque a opinião de amigos e familiares, já que normalmente nestes casos a nossa própria opinião é suspeita!

Não tema a mudança.
Mudar é algo complicado para qualquer pessoa. Para praticar o desapego, você terá que mudar, mesmo que seja aos poucos.

Comece doando alguns objetos que você já tem guardado há mais de 1 ano e nunca usou: uma camisa, um tênis, etc. Com o tempo, você se acostumará!

É preciso de muito para viver?
Qual a sua opinião? De quanto você precisa para viver? Mais de R$ 1.000,00 por mês?

Bem, se buscarmos casos limites, iremos perceber que precisamos de muito pouco para viver. Tome como exemplo alguns monges que fizeram votos de pobreza e vivem felizes … mas pobres.

Ou então as famílias que vivem isoladas nas florestas ou desertos espalhados no mundo inteiro. Tenho certeza de que eles não tem 13o salário! Tudo bem, não vão ter ar condicionado nem TV a cabo também, mas ainda assim podem estar vivendo uma vida mais completa que a nossa.

Enfim:
Se virar monge não é uma opção, ainda assim é possível desapegar.

Faça uma limpeza na sua casa e no seu local de trabalho. Jogue fora tudo o que parece ser fruto do seu apego excessivo! Se for muito difícil fazer isso, pelo menos guarde estes objetos em uma caixa e deixe-a bem fechada. Se você não precisar abri-la nos próximos 12 meses, pode jogar tudo fora (ou doar)!