Nestes tempos modernos em que vivemos, há uma grande variedade de serviços cujo pagamento é feito através de uma mensalidade. Por exemplo: TV a cabo, conexão à internet, academias de ginástica, etc.

E na hora de sair de férias, é justo que você mantenha o pagamento destes serviços, mesmo sem utilizá-los?

Bem, não vamos entrar na discussão sobre ser ou não justo, porém podemos dar algumas dicas sobre serviços que podem ser suspensos para proporcionar uma poupança extra para você!

Telefone móvel e fixo – a suspensão pode ser feita pelo prazo de 30 a 120 dias, mas é necessário que você esteja em dia com os pagamentos.

TV por assinatura – similar ao Telefone Móvel, ou seja, a suspensão pode ser feita pelo prazo de 30 a 120 dias, desde que você esteja em dia com os pagamentos.

Água – o prazo deve ser negociado diretamente com cada concessionária. Não há taxas para a suspensão do serviço, porém é comum haver a cobrança de uma taxa para a religação do serviço. É preciso pedir a suspensão antecedência, assim confira os prazos necessários, que podem ser longos.

Energia Elétrica – similar à Água, você deve verificar as condições com a sua concessionária.

Outros serviços (jornais, revistas, academia, etc.) – não há uma lei ou procedimento específico, por isso confira e entenda as regras ANTES de contratar o serviço!

Boas férias!

Texto sugerido por nosso leitor (D.M.).

 

Caso queira comentar este e outros textos, por favor, encaminhe uma mensagem para contato@minhaseconomias.com.br