Em tempos de Rio+20 e discussões sobre Sustentabilidade, não há como não pensar nos impactos que os carros têm sobre o meio ambiente.

As soluções simples para este problema estão em grande falta e não poderia ser diferente. A questão é complexa. Não há como simplesmente negar o acesso das pessoas aos automóveis, especialmente à população dos países emergentes, que começam agora a demandar o conforto e comodidade já alcançados pela população dos países ricos.

Mas, por outro lado, se deixarmos simplesmente esta situação continuar no rumo atual, vai “faltar” meio-ambiente para todo mundo! Talvez a solução passe por uma revolução tecnológica que crie carros menos poluentes e baseados em energias renováveis de baixo impacto na natureza.

Por hora, três dicas para você ser sustentável com o seu carro, hoje:

Ao comprar um carro, lembre-se que você deve reservar um valor no seu orçamento para as revisões periódicas. Não somente por questões de segurança, mas para manter a emissão de poluentes do seu carro em níveis aceitáveis. Algumas cidades (como São Paulo) já têm programas de inspeção veicular, mas ainda assim não se aplica a todos os carros.

- Dirija “economicamente”: não acelerar muito bruscamente e não andar em velocidades altas faz com que o consumo de combustível seja menor. Isto é bom para o seu bolso e para o meio ambiente também!

Se não precisar usar o carro, não o use! O nosso sistema de transporte urbano infelizmente não nos ajuda muito neste quesito, mas há outras ocasiões onde o carro pode ser deixado na garagem. Pegar caronas pode ser uma ótima solução. E se for à padaria ou ao jornaleiro, que fica a 3 quadras de sua casa … vá a pé!